Se você já leu o artigo de Sérgio Cavalcanti sobre o bom relacionamento que as empresas devem ter com a imprensa, já está ciente de alguns procedimentos importantes ao ser entrevistado por um jornalista. Resumimos a seguir algumas dicas importantes para esse bom relacionamento:

  • Seja sempre objetivo e direto. Use um vocabulário que o jornalista entenda com facilidade.
  • Esteja bem preparado para responder às perguntas do jornalista. A maioria das entrevistas é programada com antecedência e, assim, você terá sempre tempo para estudar e se aprofundar sobre o assunto que será abordado.
  • Fique atualizado com os fatos econômicos e políticos que sejam importantes sobre a sua empresa. Isso ajudará à entrevista fluir melhor.
  • Nas entrevistas surpresas, todo cuidado é pouco. Muitas vezes não se está devidamente preparado para responder a determinadas perguntas. Além disso ,geralmente nessas ocasiões o repórter está com pressa de fechar a matéria.
  • Quando não souber algum dado, não hesite em dizer que irá falar com um subordinado para saber sobre o mesmo. Como atualmente a maioria das entrevistas são feitas por telefone, peça ao repórter para ligar mais tarde ou fique com o seu telefone para retornar depois. Mas ligue logo pois é bom lembrar que o jornalista está sempre lutando contra o tempo.
  • Sempre que terminar uma entrevista por telefone se coloque à disposição do repórter para um encontro pessoal para conhecê-lo melhor e poder dar mais informações em detalhes.
  • Nunca crie grandes expectativas sobre o que será publicado da sua entrevista e nem pense que no dia seguinte,se ela não atingiu o espaço ou o destaque que imaginava, a culpa é do repórter. Ele não é editor e sempre é bom lembar que numa cidade cosmopolita como o Rio de Janeiro, fatos importantes em todos os setores acontecem a todo momento.
  • Nunca deixe de atender o jornalista. Se estiver ocupado no momento peça para que telefone um pouco mais tarde ou anote o seu número e tão logo possa retorne a ligação.
  • Quando der informações exclusivas mantenha a sua palavra e jamais passe a mesma informação para outro jornalista até que ele publique o que você disse.
  • Sempre que um jornalista fizer uma entrevista com um gravador fique ciente que é até melhor para você. Vai permitir ao repórter que tenha mais segurança do que quando as informações são escritas rapidamente num bloco de anotações.